Ainda estamos no verão e os finais de semana em família pedem mais atenção para os pets. Viagens, encontros de família, mais tempo com as crianças, mas e como ficam os peludos de quatro patas? A época pode representar um perigo para os pets e gera um alerta para ampliar os cuidados, já que eles podem sofrer muito com o calor nos dias mais quentes.

Então, aqui vão algumas dicas para o bem-estar e a segurança dos bichinhos.

– Hidrate seu pet!

Manter seu pet hidratado durante o dia é fundamental. Então ofereça sempre água limpa e fresca

– Cuidado com os períodos mais quentes do dia.

Nos picos de calor evite passeios. Não saia entre as 10hs e 15hs. E mesmo fora desses períodos, dê preferência para locais sombreados, com muitas árvores e piso de grama. Não passeie com o pet se o asfalto estiver quente.

– Não exagere nos exercícios

Tome cuidado para o pet não se exercitar demais! Faça pausas frequentes nos exercícios e brincadeiras e ofereça um pouco de água nessas pausas.

– Nunca deixe o pet sozinho no carro

A recomendação não é só para os dias de calor com o pet. A temperatura dentro de um carro pode subir até cinco graus em 15 minutos. E as janelas abertas não ajudam em nada.

– Atenção com animais de focinho curto.

Os pets braquicefálicos (com focinhos curtos) como Pug, Bulldog e Shih-Tzu, além de gatos Persas, são mais susceptíveis a hipertermia e choque térmico. Ofereça mais água e líquidos, fuja do sol e do calor!